Notícias


Clique para assistir o vídeo!

Ministério do Ambiente - Ana Paula de carvalho já em funções

Governo 20-05-2024
CICLO DE VISITAS ENCERRAM EM LUANDA

No seguimento das visitas de constatação que o Ministério do Ambiente através, da Direcção Nacional do Ambiente, o GPL, e o UTGSL, terminou na passada Sexta-feira 17 de Maio de 2024, onde foram realizadas as mais diversas visitas nas bacias de retenção e mercados da província de Luanda.
Seguiu-se para a bacia de retenção do Coelho, onde se constatou as condições de segurança e o funcionamento da mesma que é feito no sistema de boia e evacuação hidráulica, composto por um grupo de geradores e reservatório de combustíveis para o suporte caso falte energia elétrica pública.
De seguida, a equipa visitou o mercado municipal de Viana situado no distrito urbano da Estalagem onde também está o mercado provincial do peixe, e produtos do mar.
Dando sequência o grupo técnico chegou até ao mercado do 30 situado no distrito da Baia. Aí foram recebidos pelo administrador o Sr. Antônio Domingos, que com cortesia apresentou os locais de serviços como: os pontos de abastecimento de resíduos, as zonas de descargas, sistema de recolha de resíduos, e aproveitou a ocasião para pedir que se invista numa ETAR e fornecimento de contentores afim de depositar o lixo, pois a recolha é feita por cooperativas locais com apoio da administração do mercado.
Afirmou que a recolha é feita por cooperativas e pela Administração do mercado.
Também visitou-se às Bacias, aterros onde constatou-se na Administração Municipal do Kilamba-Kiaxi, os resíduos sólidos produzidos mensal, trimestral e anualmente naquele município.
O Administrador do município Sérgio Camões, declarou que por ser um município situado ao centro de Luanda, alberga muito movimento populacional e acaba por ver muitos resíduos espalhados ao redor da área, bem como do curso de água que passam pelas valas do município.
A equipa seguiu até a Bacia de Cambamba, onde verificou os resíduos sólidos produzidos pelos munícipes de vários pontos da capital. Em suma a estes aspectos, o Sr. Administrador salienta estarem a criar estratégias para a minimização e melhoramento da recolha dos resíduos a nível daquele distrito, com a intenção de criar parcerias com empresas e sub-empresas firmadas e em conformidade, para então reduzir cada vez mais a produção destes resíduos.
Sendo que as escolas e outras Instituições Público-Privadas são um elo de referência para a consciencialização da população no que se refere a Educação Ambiental.
Estes levantamentos visam, avaliar e recolher dados de saneamento básico dos mercados, valas de drenagens, afim de elaborar políticas para o melhoramento do saneamento em Angola.

Fonte: Ministério do Ambiente
Governo 18-05-2024
PRESIDENTE DA REPÚBLICA INAUGURA NOVA SEDE DO PARQUE DO IONA

O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou este sábado (18), as novas infraestruturas que albergam a sede do Parque nacional do Iona, construídas de raiz no Tômbwa província do Namibe.
As infraestruturas, têm um total de 26 imóveis, escritórios, 80 dormitórios, salas de operações de comando de vigilância dos animais e uma área logística.
João Lourenço, incentivou na ocasião a juventude a abarcar o fomento e a promoção do turismo anunciando que depois do Parque do Iona seguem-se os Parques nacionais das províncias de Moxico e Cuando Cubango.
A Ministra do Ambiente, Ana Paula Pereira, durante a sua intervenção, sublinhou que a inauguração da nova sede do Parque nacional do Iona, comprova o qual valioso foi a parceria estabelecida que vai permitir uma maior afluência dos turistas e mais arrecadação de receitas para os cofres de Estado.
O Governador Provincial do Namibe, Archer Mangueira, adiantou que o Parque do Iona estando em plena actividade, contribuirá para a gestão sustentável de toda a riqueza ambiental, da biodiversidade, da fauna e da flora, tal como começa já a acontecer, fruto da parceria com a African Parks. Estabelece-se, aqui, um importante foco de desenvolvimento, capaz de tirar partido deste lugar único, onde o mar e o deserto se encontram, e de todo o potencial da Foz do Cunene.
Além da diversidade biológica, no Parque Nacional do lona residem também diversas comunidades locais, como os povos Mucubal e Muhimba. Estas comunidades mantêm vivas a sua riqueza cultural e o profundo conhecimento deste ecossistema único.
O parque Nacional do Iona ocupa uma área de 15.150 quilómetros quadrados, e localidade do Pediva fica a 200 km a sul de Moçâmedes e 160 da cidade do Tômbwa

Fonte: Ministério do Ambiente

Entidades de tutela



Projectos Estruturantes



Ministro(a)

Ana Paula Chantre Luna de Carvalho Pereira